Principais técnicas de recrutamento e seleção de pessoas

1. Seleção interna: Busca encontrar, na própria organização, o profissional mais adequado para preencher determinada vaga. É uma forma mais econômica e mais rápida.

 

2. Banco de currículos: formado por candidatos que se apresentaram em seleções anteriores; outros que enviaram currículos de forma espontânea, diretamente ao RH ou pela internet. Mas é preciso manter as informações atualizadas.

 

3. Contatos com universidades e escolas técnicas: boa solução para preencher vagas de estagiários, jovens aprendizes, trainees e profissionais de nível júnior, além de formar um banco de talentos para possíveis vagas futuras.

 

4. Arquivos de sindicatos: as entidades costumam manter arquivos com currículos de profissionais que estão em busca de auxílio para colocação no mercado de trabalho, com uma variedade mais ampla de perfis, com profissionais mais experientes.

 

5. Agências de recrutamento e headhunters: o suporte de uma agência de recrutamento ou de um headhunter (recrutador) pode ser vantajoso. Eles utilizam ferramentas e processos de avaliação para identificar candidatos com as competências adequadas, de acordo as demandas do contratante. Ótima opção para vagas mais específicas ou estratégicas, como as posições de liderança, por exemplo.

 

6. Redes Sociais: no Linkedin, por exemplo, é possível encontrar currículos de profissionais com as mais variadas competências e níveis de desenvolvimento. Ele oferece uma série de opções de ferramentas para qualificar a busca pelos profissionais, de acordo com o tipo de formação, competência ou experiências anteriores desejadas. A empresa também tem a possibilidade de manter uma página própria no Linkedin. Outras redes sociais da empresa, como o Facebook, por exemplo, também auxiliam no processo de recrutamento.

 

Fonte: Kenoby

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *