Como é feita a Avaliação de Personalidade?

Uma seleção de emprego, um diagnóstico de transtorno de personalidade, uma avaliação psicológica judicial ou militar. Essas três situações têm em comum a avaliação de personalidade, um conjunto de testes, questionários e entrevistas realizados por um avaliador psicológico com o objetivo de descobrir qual ou quais os tipos de personalidades do avaliado.

Para fazer uma avaliação rigorosa da personalidade, é necessário ter o treinamento teórico apropriado e uma experiência supervisionada.

  • Os questionários de personalidade apresentam uma série de perguntas ou afirmações que os indivíduos precisam responder. O objetivo é extrair a personalidade principal e os traços de caráter desses indivíduos por meio de suas respostas.
  • Os testes objetivos permitem avaliar diferentes aspectos: conhecimento, habilidades, atitudes, inteligência, etc. São bastante aplicados em avaliação diagnóstica e no âmbito escolar.
  • Os testes projetivos normalmente são aplicados para saber como o entrevistado vê e lida com a realidade. Como o nome sugere, são aqueles testes que servem para a pessoa projetar traços de personalidade. Portanto, eles vão de acordo com o que cada pessoa carrega dentro de si. São testes de avaliação abertos, pouco estruturados e muito confiáveis. Precisa de muito treinamento e aprendizado para serem realizados.
  • Os testes subjetivos mais comuns são completar frases iniciadas, descrever manchas ou pontos de tintas (o teste de Rorschach é o mais famoso), desenhar e elaborar histórias.

Fonte: A Mente é Maravilhosa

Existem várias maneiras de avaliar a personalidade de um indivíduo com suas diferentes características e variáveis. Os profissionais precisam encontrar qual é a técnica mais apropriada para cada caso e levar em consideração as diferenças individuais de cada pessoa. E isso você vai compreender se fizer uma boa especialização em Avaliação Psicológica. Você encontra essa pós-graduação aqui na FASU-Unigrad! Acesse www.unigrad.com.br e saiba mais sobre a pós em Avaliação Psicológica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *